quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Feliz, muito feliz 2016!

Enfim, 2016!

Mais um ano se inicia e, com ele, novos projetos, novas perspectivas e esperanças.

O ano que passou foi um ano de mudanças e de muito, muito trabalho. Foi um ano de tomada de decisões e de novos rumos na minha vida, e as escolhas que fiz me afastaram do meu trabalho como artista temporariamente.

Não falo disso aqui, porém, com nenhum pesar ou sofrimento, muito pelo contrário. Se por um lado é ruim para mim olhar que a postagem anterior foi feita no início do ano passado, por outro é bom saber que daqui para frente eu faço tudo com um prazer muito maior, com a tranquilidade de uma missão cumprida.

Compreender que em alguns momentos precisamos dar prioridade para certas coisas mesmo sabendo que outras ficarão suprimidas não é algo fácil, mas é necessário. No meu caso, resolvendo, então, todas as questões pessoais, o caminho agora está aberto para eu voltar a vivenciar a completude que somente a arte promove em alguém.

Que seja um ano produtivo e de muita arte em nossas vidas.

E, para não perder o costume, sejam bem vindos novamente!