quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Oxygene

"Oxygene, grafite sobre moleskine, 2012.

Desenho simples que eu fiz para abrir os "trabalhos" em um moleskine.

Na verdade, eu gosto de iniciar cada sketchbook com um bom desenho de caveira para dar sorte, o que na verdade não é uma tradição tão antiga assim e que, para falar a verdade, não passa de loucura mesmo.

Mas como um pouco de loucura e normal e cada um tem a sua, eu resolvi cultivar um pouco mais a minha. Comecei o desenho pelo maxilar e me lembrei da capa de um disco que eu conheço desde criança, o do músico francês Jean Michel Jarre chamado Oxygene.

O álbum, lançado em 1976, foi um marco na carreira do músico que é considerado um dos precursores da música eletrônica. Para mim, o disco ainda é mais marcante por conta da arte da capa que sempre me intrigou bastante, um crânio no interior do planeta terra.


O disco traz uma temática que passou a ser muito mais discutida vinte, trinta anos depois de seu lançamento, a da poluição do ar e, principalmente, da forma como o ser humano destrói seu próprio habitat.

Quanto a minha interpretação em que desenhei a parte debaixo da caveira, eu até pensei em aquarelar para ficar mais parecido com a capa do álbum, mas como eu não fiz o desenho em casa, preferi finalizá-lo só no grafite.

De qualquer forma, para quem não conhece e gosta de velharia, fica aí a dica. É fácil de achar e vale a pena ouvir.