sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Metalinguagem

"Metalinguagem", grafite sobre sketchbook, 2013.

Sketch autoexplicativo iniciado dentro do carro - claro, não enquanto eu estava dirigindo - e terminado em casa.

Comecei a fazê-lo enquanto esperava um evento começar no trabalho. Como cheguei mais cedo, voltei para o carro porque estava muito frio e, para não perder o costume, peguei o sketchbook para rabiscar.

Fiquei pensando no que fazer, sem ideia nenhuma, só olhando para a minha mão segurando a lapiseira sobre o caderno. Como continuei sem saber o que fazer, resolvi desenhar o que já estava observando e deu no que deu. Depois foi só finalizar o desenho em casa.

Depois que terminei, lembrei da famosa obra "Mãos desenhando", do artista holandês Escher, em que uma mão desenha uma outra mão. Não é exatamente a mesma ideia, mas acho que estava desde o início no meu inconsciente.