quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Metal pesado

Desenho rápido em uma página meio surrada do sketchbook.

"Sem título", técnica mista sobre sketchbook, 2011.

Eu comecei, na verdade, tentando recuperar uma tinta guache preta que virou pedra dentro do pote. Depois de muito trabalho, fui experimentar a tinta e acabei pintando um rosto que ficou um pouco turvo.

Em seguida, utilizei lápis branco em algumas regiões do papel e, nas que não pegou muito bem, utilizei um pouco de pastel, já que o pigmento se fixa rapidamente, mesmo saindo com mais facilidade depois.

Como o desenho ainda estava muito embaçado, testei um grafite para definir melhor o rosto e vi que a tonalidade era bem parecida com a da tinta, já que o lápis usado contém chumbo em sua composição. Sabendo que o metal pesado não faz nada bem para a saúde e que o corpo não consegue expeli-lo naturalmente, eu fiquei um pouco cabreiro de usar este lápis depois de descobrir sua composição.

Mas como eu sei que se eu não comer o grafite - e não pretendo fazer isso por enquanto - os problemas só virão - e se vierem - depois de muito tempo, vou tentar tomar cuidado e torcer para não virar um homem de ferro em um paletó de madeira.