terça-feira, 16 de agosto de 2011

Novas experiências

Como sempre, continuo buscando novas maneiras de representar graficamente a temática que venho trabalhando.
Dessa vez, fiz uma experiência com nanquim, aquarela e guache.

A primeira etapa, o desenho apenas em nanquim.


A segunda, a inserção da aquarela em apenas alguns pontos, como a parte do crânio evidente, os lábios e o olho que restou.


E, por último, o peso da guache no cabelo e nas manchas cor de terra.

"Sem título", nanquim, aquarela e guache
sobre moleskine, 2011.

Eu ainda não me acostumei a trabalhar com tinta guache. Em tese, guache e aquarela são muito semelhantes, mas para mim, a primeira quando toca o papel parece fora de controle. Mas não tem problema.
É apenas um motivo a mais para continuar experimentando e exercitando. Uma hora tem que dar certo.