quarta-feira, 13 de julho de 2011

O bom filho a casa torna

Um mês depois de tomar um chá-de-sumiço sem aviso prévio, as atividades "bloguísticas" estão de volta!

Em certos momentos da vida, como todos sabemos, temos que fazer certas escolhas. Com a entrega do trabalho de conclusão de curso - no meu caso, uma parte prática e e outra teórica - com data marcada, estava impossível conciliar qualquer coisa que fosse além das minhas obrigações com a faculdade. Isto porque, além da diplomação, eu estava com mais duas matérias (sendo uma com trabalho de campo), além da pesquisa de iniciação científica. Ou seja, eu estava nas últimas!

Por isso, exatamente há 1 mês eu tive que deixar o blog, flickr, skineart, facebook, etc, etc, etc..., para focar na minha monografia e na conclusão da pintura. O resultado, depois de tanto esforço, foi muito gratificante. Em breve postarei as fotos da Exposição de Diplomação e das telas, um tríptico pintado a óleo na mesma temática das pinturas anteriores.

Mas quando parei de postar os trabalhos - quase - diários, abandonei um desenho pela metade que terminei agora a pouco. Uma paisagem da Universidade de Brasília que achei interessante. Mesmo sabendo que muita coisa poderia ser melhorada no campus, eu gosto da arquitetura misturada ao verde de tantas espécies de árvores diferentes.

Neste caso, o que me encantou também foi a estátua do John Lennon, perto da ala norte do Instituto Central de Ciências. É engraçado ter uma estátua que, aparentemente, não se enquadra no ambiente acadêmico. Mas mais engraçado ainda é saber que muitos alunos passam vários semestres - e alguns até saem da UnB - sem saber que o velho John estava por lá, em um ponto mais alto entre as árvores, vigiando todos nós...

Eu comecei fazendo o desenho em um dos sketchbooks  e fotografei o local apenas como registro.


Abaixo, o desenho feito apenas no local com caneta bic. A página de cima praticamente não riscava, pois é um papel laminado, tão liso e brilhante que eu fiquei me perguntando - várias vezes -  o porquê de eu ter colocado este papel na hora de fazer o caderno.


Em seguida, o desenho com as linhas reforçadas, feito agora há pouco.


E, finalizando, o desenho com pastel branco para realçar a estátua, permanecendo o verde do fundo inalterado, simbolizando o verde da universidade que ainda resiste e que sempre me traz paz nos dias de turbulência...

"Sem título". Caneta bic e pastel sobre sketchbook. 2011.

Abaixo da estátua há uma inscrição com os seguintes dizeres que justificam a sua "estranha" presença no campus:

"Ao inventar Brasília, Lúcio Costa se antecipou a "imagine" e quando pediu para a sua cidade a estátua de John Lennon falou:
"também sou um sonhador e quero ficar em boa companhia".
Brasília, 16 de agosto de 1995."