sexta-feira, 22 de abril de 2011

Em processo: Natureza Íntima 3 (Parte 5)

Para finalizar o processo do díptico Natureza Íntima 3, posto agora as telas uma do lado da outra para que se possa visualizá-la como um só trabalho.

Primeiramente, a tela apenas com a marcação do desenho, ainda sem nenhuma pintura.


Em segui, apenas com o fundo pintado.


E aqui, o resultado final.

Natureza Íntima 3. Óleo sobre tela, 60x42 cm, 2011.

Esse, a meu ver, foi o trabalho que mais se aproximou da ideia dessa nova série de telas – já mostrado aqui em alguns estudos ainda no moleskine. Ela possui mais delicadeza, harmonia e naturalidade. Creio que consegue atingir, até certo ponto, algo que ainda não tinha conseguido com as anteriores.

Não creio ser apenas por não mostrar o corpo, ou por não mostrar tão abertamente as estruturas internas, como na tela "Natureza Íntima 2". É algo que venho frisando já em outras postagens, o indizível, algo que sei que está lá, que me agrada, que me toca, que me move, mas que eu não sei explicar o que é. É claro que se fosse para ser explicado por completo não era uma pintura, e sim, um manual de "como observar e entender este trabalho". Mas percebo que ainda preciso entendê-lo melhor.

Assim, continuo travando este diálogo constante e vendo o que o trabalho tem para me ensinar.